sexta-feira, outubro 31, 2008

eu só vegeto...

...não mais vivo...

Quem já teve, reza para não passar novamente pelo problema. Quem não teve, não tem idéia da confusão mental que comanda os neurônios no período da depressão. Alguns até comentam a doença como pura frescura. Será mesmo frescura? A vida não é fácil para ninguém. Parece pior ainda para o deprimido. Não adianta o sol lindo ultrapassando os limites da janela e dando bom dia, os olhos mal conseguem abrir. O gosto da boca é ruim, o telefone tocando incomoda, se não toca ninguém não ta nem ai pra vc o banho é quase obrigação, os pensamentos estão doentes. Vc quer morrer, seu corpo quer sumir e sua mente lamenta cada segundo. Por que isso tudo não acaba? Por que as pessoas não o deixam em paz? Felicidade? Que felicidade? Solidão total. Não adianta demonstrarem preocupação, amor, simpatia, vc quer mesmo desaparecer. Não sabe para onde, não sabe se do outro lado vai ter paz, deseja ir. Os caminhos, todos eles, são malcriados e parecem sem paciência.






de uma comu la do orkut...

quinta-feira, outubro 30, 2008

Quando os sinos tocam...



Quando eles tocam minha alma treme!
Sente vontade de levantar e de ir…
Mas é ai que ela lembra e teme
Que haja dor quando ela sair.

Trazem lembranças boas de outrora,
De quando a vida era colorida.
Lembram da ferida alma a aurora
E de quando não era escondida.

Hoje, porém meu canto será meu lugar,
Terei por companhia só velhos cortes.
Terei aqui por companheiros de lar
Outras almas que padecem mortes…
Emmanuel Henrique

quarta-feira, outubro 29, 2008

...perdão...




Pedir perdão não adiante né meu bem?
Ficaste tão ferida com minhas atitudes,
Flechas agudas transpassaram a quem
Me fez já tão belo outrora e agora ferido…

Corações rasgados não são tão belos.
Me explodem sentimentos já velhos
De contas que sangram sem motivo
E sem me dar o poder eletivo.

Alma minha, bem meu maior!
Por favor fica melhor para poder sorrir.
Quem sabe, e um dia, bem melhor
Poder andar sem poder cair…


A culpa é minha, só minha. Eu mesmo escolhi meus demonios.

segunda-feira, outubro 20, 2008

Never Liberty...




Never Liberty...

In my room I see myself in mirror.
I tried to be free forever,
But only that I obtained is in the floor,
The pain with the prison together.

My life is my own chain.
I wait that a day I can do a thing
That will make me free of the pain,
Me and more something.

Not be glad for my hearth fill!
Yes, I flied away,
But I’m in chains still
And can’t go in my way…

I’ll never be free darling…
No, I never will be…


-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x


Nunca Liberdade...

No meu quarto eu me olho no espelho.
Eu tentei ser livre para sempre,
Mass só o que eu consegui foi no chão
A dor juntamente com a prisão

Minha vida é minha própria cadeia
Eu espero que um dia eu possa fazer algo
Que me fará livre da dor
De mim e de algo mais

Não se alegre por meu coração cheio!
Sim, eu voei,
Mas estou nas correntes ainda
E não posso ir em meu caminho

Eu nunca serei livre meu bem...
Não, eu nunca o serei...


Desculpa os erros... Foi meu primeiro poema que não é em português.

sexta-feira, outubro 17, 2008

Porque me sinto só???


Noite das nuvens que passam,
Escuro dos bens que seguem
Pelo longo caminho e se acham
Sem ninho, com o que os perseguem.


Verdade que me deixa doroso,
Sofrendo a queixa do vazio n'alma
Noutro caminho mais tortuoso
Deixando-me sempre sem paz nem calma.


Nesta via muito de novo encontro:
Não antes conhecia a dor das cores
Azul, verde, vermelho, e pronto
Me sinto também a novos sabores.


A inércia e o vazio junto invade.
Eis um assunto que muito me dói
Pois neste ardor há triste verdade:
A dor da solidão vem e corroi...


Emmanuel Henrique

16/10/08


Sempre acho que meus textos nunca revela a profundidade que quero qndo venho a escrevê-los... mas tento. Falta somente prática para conseguir pôr tudo para fora. Esse daqui é uma confissão que fiz. Espero que gostem. Nda tem de grande qualidade, tem somente o fundamental: meus sentimentos. Há coisas que talvez só eu mesmo entenda o que eu quero dizer, mas se consegui traduzir mesmo o que sinto, vcs poderão tb sentir.

quinta-feira, outubro 16, 2008

Seja um idiota!




A idiotice é vital para a felicidade.


Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins.


No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você. Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele.


Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.


Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo,soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?


hahahahahahahahaha!...


Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?


É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí,o que elas farão se já não têm por que se desesperar?


Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não.


Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa.


Dura, densa, e bem ruim.


Brincar é legal. Entendeu?


Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço,não tomar chuva.


Pule corda! Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.


Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável.


Teste a teoria. Uma semaninha, para começar. Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são:passageiras. Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir...


Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração!


Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso cante, chore,dance e viva intensamente antes que a cortina se feche!


Arnaldo Jabor


Retirado do blog da minha amiga Ana, que está entre os meus favoritos. Retirado com a devida autorização, claro. rsrsrsr

Vlw pelo texto ana!

=]

sábado, outubro 11, 2008

- Renato Russo -




Renato Júnior... Saudades...

Saudades de alguém que nunca vi, escutei pessoalmente ou pude conhecer, mas que me conhece como mais ninguém... Tenho saudades de canções que você nunca fez e de coisas que nunca falou. Saudades de não poder ter te conhecido... Não deu tempo. Foi covardia!! Foi covardia não esperar minha adolescência e juventude. Seria demais se assim tivesse sido... Mas não foi... Saudades...



Com influencia de alguns amigos on-line, como o Lucas, resolvi fazer esse blog para falar. Só isso: Falar. Não ia postar hoje, mas devido à data, 12 anos da morte do Renato, estou colocando esse pequeno texto que fiz depois de ver o especial da Globo ano passado, em setembro. Não escrevi muito, mas resumi meus sentimentos aqui. Pode não parecer, mas coloquei um monte de sentimento nele. Espero que tenha conseguido transmitir. Depois posto algo sobre mim.

video

Força sempre!