sexta-feira, dezembro 12, 2008

Suspiro da alma [2]


Coisinha estranha chamada felicità…

Anjos brincado de esconder em minh’alma,
Belos querubins cantando pra minha calma.
Com a chuva batendo na janela fria
E não mais abatendo minha alegria.

A esperança tem honra de bater palma
A uma vida mansa que já se espalma,
Pondo o outrora no passado meio-dia
E indo viver a bela tarde do dia.

Sinos batem como em noite de natal
E espantam d’alma qualquer sombra mortal.
Outra vez o futuro brilha belamente!!!

Loucura possa parecer estar passando,
Porém o amanhã vai terminar mostrando
Minha completa felicidade somente…


Emmanuel Henrique Souza Rodrigues
12/12/08

5 comentários:

Ana disse...

Que doce Emmanuel...
Que essa esperança nunca mais adormeça, e que renasça cada dia mais e mais em sua vida...

Parabéns...

Beijosss
=***

ρoësis disse...

isso ana! em nossas vidas!!

\o/

Renato disse...

É meu amigo, tenho que tirar o chapéu para vc, sua inspiração é contagiante e sua felicidade atravessa a tela e nos toma por inteiro.
Que ela nunca deixe de bater dentro do seu peito.
Um abço!

ρoësis disse...

Vlw renato!!

Grande parte de minhas inspirações e felicidades vem d vcs, meu amigos!! vlww!!!!

Dai Gothic Angel disse...

minhas palavras naum sao tao perfeitas assim, estou encantada parabens!
bjus