quinta-feira, dezembro 11, 2008

Suspiro da alma


Brincar de Menino

Sabe como era felicidade amigo meu?
Feliz idade era a infância…
Quando corria à chuva
Sem capa!!

Gostoso era correr, pisar na lama.
Depois subir na cama,
Levar surra da mãe,
Chorar baixinho…

Que tempos bons e que se revivem
Em cada um desses sons
Que escuto com o olhar.
E choro…
[teardrops]
[…]

Correr pela rua e brincar de palhaço
É o que faz agora este homem de aço
Que começa a viver
Agora pra sempre
Sempre eternamente…
Emmanuel Henrique Souza Rodrigues
11/12/08
23:47
(durante confidência com o Júnior)
[meu irmão gêmeo... rs

8 comentários:

Anônimo disse...

Me senti lisongeado agora fera... muito obrigado por me permitir fazer parte desse processo.

ρoësis disse...

Q nada Júnior! Vc faz parte mesmo dessas descobrtas de mim mesmo. Vlw kra!!

=]

Ida disse...

puxa!! que lindo isso!!parabens.
bjos

ρoësis disse...

Linda é sua alma Ida!! =]

vlw pela visita!
Volta sempre! =)

Renato disse...

Meu Amingo Emmanuel!!
Que poema maravihoso esse! Só o menino que viveu a incocencia em sua infacnia sabe o gosto doce que se sente ao se tornar um homem.
Parabéns!! Amei!! (como se isso fosse uma novidade, rsrsrsrs)
Um grande abço!

ρoësis disse...

vlw renato!

=]

Diogo Bogéa disse...

Cara, muito bonito esse poema.
Demais.
Abraço.

ρoësis disse...

Obrigado Diogo!

Sempre fico lisonjeado toda vez que vens aqui!! vlw kra!!